O Rapidshare, um dos mais famosos serviços de armazenamento e compartilhamento de arquivos na Internet, decidiu cancelar o programa de incentivo aos usuários que realizam uploads de conteúdos protegidos. A alegação de seus criadores é que eles não querem mais ser vistos como favorecedores da pirataria na Web.

A companhia já iniciou o cancelamento de contas daqueles que fazem o upload ou download de conteúdos protegidos, armazenando os IPs dos mesmos para “fins legais”.  A partir de 1º de julho, a ferramenta dará um segundo passo nessa estratégia,  cancelando seu programa de recompensas de uploads e informa que os pontos adquiridos até o final de junho deverão ser trocados até o dia 6 de julho.

Em seu portal, o Rapidshare informa que tal decisão “vem como uma resposta às reclamações sobre o fato de que o programa de recompensas estava incentivando usuários a subir conteúdos protegidos por leis de direitos autorais”. A empresa afirma ainda que um passo como esse é a melhor decisão, uma vez que “não queremos que nossos usuários sejam expostos a uma suspeita geral tão injustificada [no que diz respeito à prática da pirataria]”.    Em maio deste ano, a Justiça alemã absolveu a companhia da acusação de infringir leis de direitos autorais, livrando-a de uma multa de 24 milhões de euros.

Fonte: http://idgnow.uol.com.br/internet/2010/06/22/rapidshare-cancela-incentivos-aos-usuarios-que-fazem-uploads-de-conteudos-protegidos/