O LiveScience revelou hoje o resultado de uma pesquisa com 200 estudantes da Universidade de Stanford, comprovando a existência de um novo vício que pode ameaçar a juventude de atualmente: ele se chama iPhone.
Quase metade dos participantes afirmou ser bastante ou completamente viciada em seus aparelhos, com 41% revelando que caracterizariam a perda de seus iPhones como “uma tragédia”. A maioria tem certeza de que ter um iPhone os torna mais “legais”.
A própria relação dos estudantes com seus iPhones aparenta ser muito diferente da com qualquer outro eletrônico. Veja que curioso:
3% disseram que não deixam ninguém tocar em seus iPhones;
3% admitiram que deram nome aos seus iPhones;
9% já afagaram seus iPhones;
8% já cogitaram que seus iPods estariam enciumados dos seus iPhones.
Se você não está satisfeito, saiba que 85% confirmaram usar seus iPhones como relógio e 89% os fazem de despertador. Três em cada quatro estudantes disseram que adormecem com seus iPhones na cama e 69% revelaram que é mais provável que esqueçam a carteira em casa do que o iPhone.

O LiveScience revelou hoje o resultado de uma pesquisa com 200 estudantes da Universidade de Stanford, comprovando a existência de um novo vício que pode ameaçar a juventude de atualmente: ele se chama iPhone.
Quase metade dos participantes afirmou ser bastante ou completamente viciada em seus aparelhos, com 41% revelando que caracterizariam a perda de seus iPhones como “uma tragédia”. A maioria tem certeza de que ter um iPhone os torna mais “legais”.
A própria relação dos estudantes com seus iPhones aparenta ser muito diferente da com qualquer outro eletrônico. Veja que curioso:
3% disseram que não deixam ninguém tocar em seus iPhones;3% admitiram que deram nome aos seus iPhones;9% já afagaram seus iPhones;8% já cogitaram que seus iPods estariam enciumados dos seus iPhones.Se você não está satisfeito, saiba que 85% confirmaram usar seus iPhones como relógio e 89% os fazem de despertador. Três em cada quatro estudantes disseram que adormecem com seus iPhones na cama e 69% revelaram que é mais provável que esqueçam a carteira em casa do que o iPhone.

Fonte: http://macmagazine.uol.com.br/2010/03/09/pesquisa-da-universidade-de-stanford-comprova-iphone-vicia/