Ultimamente todos falam de 3D e realidade aumentada, mas poucos ainda debatem a realidade virtual (VR, na sigla em inglês). Pois foi com essa tecnologia que pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Tóquio criaram um “simulador de corte de cabelo”.

O usuário usa uma tesoura especial que tem motores para simular a resistência do cabelo humano ao ser cortado. A vítima é um manequim careca, e a experiência toda é retratada em um monitor, como mostra esse vídeo.

O objetivo é treinar futuros cabeleireiros sem deixar que eles “estraguem” o cabelo de possíveis cobaias humanas. O “teste” parece funcionar bem, e a tesoura com resistência também é uma grande ideia. Mas se os pesquisadores quiserem popularizar essa invenção, é melhor capricharem mais nos modelinhos de cabelo em 3D – a tecnologia é do futuro, mas a cabeleira ainda é de décadas passadas.

Fonte: http://uoltecnologia.blog.uol.com.br/arch2010-06-27_2010-07-03.html#2010_06-29_13_55_24-141838948-27