O iPad, tablet produzido pela Apple, está tendo dificuldades para ser aceito na Universidade George Washington e na Universidade Princeton por desestabilizar as redes locais.

As informações são do jornal “The Wall Street Journal” desta segunda-feira (19).

Ambas as universidades proibiram temporariamente o dispositivo em suas dependências.

A Universidade Cornell também declarou que está tendo problemas de conectividade com o dispositivo, diz o jornal.

As universidades disseram que estão tentando resolver as falhas. A George Washington disse que é provável que o aparelho seja liberado em meados de maio, quando a rede deverá suportar o aparelho.

A porta-voz da companhia, Teresa Brewer, disse que não tinha conhecimento dos problemas reportados pelas universidades.

A companhia vendeu mais de 500 mil iPads na primeira semana nas lojas dos Estados Unidos.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/folha/informatica/ult124u723029.shtml