Música para os surdos. Isso mesmo, você não ouviu, ou melhor, leu errado.  O designer alemão Frederik Podzuweit idealizou um fone de ouvido capaz de levar música para os deficientes auditivos por meio da sinestesia, ou seja,  a percepção de um dos cinco sentidos por outro (como sentir o gosto por meio do cheiro, ou o cheiro por meio da visão).

aparelho colocado sobre o pescoço e os ombros transmitiria os graves, médios e agudos direto para a pele do usuário, possibilitando que ele literalmente sentisse a música. No botão “volume”, o usuário poderia controlar a intensidade da vibração.

Ainda com a ideia de transmitir os som por meio de estímulos sensoriais,  pesquisadores da Universidade Ryerson, no Canadá, projetaram uma cadeira que passa as vibrações musicais para as costas do usuário.

Os estudiosos apontam que a experiência dos deficientes auditivos quando sentem a música é semelhante à de outras pessoas que podem ouvir, pois ambos os estímulos são processsados na mesma região cerebral.

Fonte: http://olhardigital.uol.com.br/digital_news/noticia.php?id_conteudo=12118