O mercado de equipamentos de rede no Brasil já ultrapassou as atividades que exercia no período pré-crise e teve um aumento de 26,2% em unidades vendidas. Isso é o que mostra uma investigação realizada pela IDC junto às empresas fabricantes de equipamentos de rede.

“Esse crescimento é devido, principalmente, à confiança no ambiente político social do País, à retomada dos investimentos pelas áreas de TI e à valorização da banda larga”, declara João Paulo Bruder, analista do mercado de Telecom da IDC.

A análise da consultoria mostrou ainda que outros pontos como a necessidade de redução de custos nas empresas, a atualização de infraestrutura de rede e o cloud computing (computação em nuvem) colaboraram para o crescimento nas vendas dos equipamentos.

“As empresas estão investindo em soluções que melhoram sua comunicação enquanto reduzem custos, por exemplo com telefonia IP, o que demanda redes melhores. Isso fez com que os números do segundo semestre do ano passado fossem positivos”, destaca Bruder.

“Ainda tivemos alguns inibidores como a dificuldade que os CIOs enfrentaram na hora de fechar os orçamentos. Quem tinha uma boa quantia em dinheiro, passou a ter menos e, por isso, comprou menos também. Apesar do valor médio do dólar ter sido aceitável, a flutuação sempre atrapalha”, completa o analista da IDC.

Fonte: http://convergenciadigital.uol.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=22946&sid=16