Pelo menos 62 trabalhadores chineses de uma fábrica que produz o iPhone para a Apple foram hospitalizados após sofrerem intoxicação devido a uma substância química utilizada na produção destes aparelhos.

Conforme relatos da imprensa oficial chinesa, o acidente ocorreu na província oriental de Jiangsu, encarregada de produzir o iPhone 4G –o modelo que, em breve, será lançado pela companhia de Steve Jobs.

As avaliações médicas apontam como culpada à substância química n-hexano, um hidrocarboneto tóxico utilizado para limpar as telas do dispositivo eletrônico.

Devido a pouca ventilação da planta, os trabalhadores da Wintek começaram a sentir enjoos, paralisias parciais nas extremidades e desequilíbrios.

De fato, estudos clínicos indicam que o longo contato humano com o n-hexano prejudica o sistema nervoso periférico e se estende à medula espinhal, causando danos como paralisias e atrofia muscular.

Todos os empregados estão no hospital em observação.

Pelo menos 44 pessoas contaminadas já anunciaram que vão se unir para reivindicar compensações.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/folha/informatica/ult124u733306.shtml