Em uma arena, dois robôs se encontram para um enfrentamento: futebol, hockey e sumô são algumas das disputas travadas pelas máquinas programadas por horas a fio. Essa é uma das cenas vistas em fotos do Robogames, competição considerada a olimpíada da robótica, realizada no final de abril em San Mateo, Califórnia.

Robô em exposição no evento que ocorreu na Califórnia; Brasil fica em quarto lugar

Em imagens expostas em sites de tecnologia também não faltaram bandeiras brasileiras penduradas na área de trabalho de certas equipes. O país estava bem representado e ficou com a quarta colocação no quadro geral de medalhas.

Duas das equipes responsáveis por esse sucesso foram a Uai!rrior (www.uairrior.unifei.edu.br) e a BioBotz (www.riobotz.com.br), que ficaram com a prata e o ouro, respectivamente, no hockey para robôs. Veja mais em bit.ly/robogamesbrasil.

Batalha marcante

A batalha entre os robôs Texai e Phun Bot foi uma das que divertiu os espectadores da competição, segundo Priya Ganapati, do site da revista “Wired”. Enquanto Texai é um robô guiado por controle remoto, Phun é feito para misturar e servir drinks.

Ganapati explica que os dois robôs não trazem nenhum tipo de arma para combate, mas iniciaram uma briga simplesmente colidindo um com o outro. “Se algum dia houver uma categoria para os robôs de combate mais inúteis, esses dois estarão nela”, disse Ken Conley, da Willow Carage, para a “Wired”. “Foi mais uma comédia do que uma batalha.”

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/folha/informatica/ult124u730746.shtml