BRASÍLIA – A Receita Federal adiou o início da emissão do CPF – Cadastro de Pessoa Física pela internet. A novidade – anunciada no início do ano como medida de modernização do órgão, ainda não tem data para começar.

A Receita alega necessidade de mudanças na legislação e a realização de testes de informática para o adiamento da implantação da melhoria por tempo indeterminado.

Embora no fim de janeiro o secretário da Receita Federal, Otacílio Cartaxo, tenha anunciado que a população poderia tirar o documento pela internet a partir de fevereiro, o serviço, no entanto, até hoje não começou a funcionar.

Segundo a área técnica da Receita, apesar de os testes estarem sendo feitos há mais de um ano, a tecnologia ainda precisa de ajustes para poder ser usada. Além disso, a emissão do documento pela rede mundial de computadores requer mudanças na legislação, principalmente do Imposto de Renda, explica o órgão.

A introdução do CPF pela web fará parte de um pacote de medidas para melhorar o atendimento ao contribuinte.

O CPF é necessário para que o contribuinte feche qualquer contrato bancário, contraia empréstimos e abra operações de crediário. O documento também é obrigatório na renovação de passaportes, na participação em concursos públicos e na retirada de prêmios de loterias.

Atualmente, o CPF só pode ser obtido pelos Correios ou nas agências do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal. A emissão custa R$ 5,50.

(Com informações da Agência Câmara)

Fonte: http://info.abril.com.br/noticias/internet/adiado-o-inicio-de-emissao-de-cpf-pela-web-19042010-16.shl