O clima de tensão entre Apple e Adobe realmente esquentou. Depois do ataque indireto da Maçã contra apps para iPhone OS desenvolvidos em Flash, a Adobe reconheceu hoje que o banimento do Flash na plataforma é bastante prejudicial para seus negócios. Mais tarde, um empregado dela soltou os cachorros: “Vai se f****, Apple!”

Foi assim que Lee Brimelow — evangelista de plataforma na Adobe, focado em comunidades de desenvolvimento para Flash, Flex e AIR — concluiuum texto pessoal intitulado “Apple dá um tapa na cara de desenvolvedores”, publicado hoje mais cedo noThe Flash Blog.

Está bem claro que a Apple programou isso propositalmente para prejudicar as vendas da CS5 [Creative Suite 5]. Isso não tem absolutamente nada a ver com levar o Flash Player aos gadgets da Apple. Essa é uma discussão totalmente separada. O que eles estão dizendo é que não permitirão aplicativos em sua loja unicamente por causa da linguagem originalmente utilizada para criá-los. Essa é uma decisão aterrorizante, sem justificativa racional alguma além de querer impor um controle tirânico sobre desenvolvedores e, mais importante ainda, querendo usá-los como peões em sua cruzada contra a Adobe. Isso não só afeta a Adobe, mas também outras tecnologias, como Unity 3D.

Brimelow deixa claro não estar discursando em nome da Adobe, mas eu não duvido nada que esse seja o sentimento geral por lá agora. Pessoalmente, ele declarou que irá boicotar todo e qualquer produto da Apple até que essa situação mude. Caso você não se recorde, esta não é a primeira vez em que um post dele inflama a guerra da Apple contra o Flash.