SÃO PAULO – Os brasileiros terão 45 dias para opinar sobre a proposta da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) que prevê a ampliação de oito para nove dígitos nos novos números de telefones celulares.

O Conselho Diretor da Anatel decidiu que, a partir do dia 18 de maio, a primeira proposta de nova numeração de celulares, voltada inicialmente apenas para a região metropolitana de São Paulo, estará disponível para consulta pública em seu site até o dia 2 de junho.

O objetivo é debater as questões da telefonia móvel da região presentes do Plano Geral de Códigos Nacionais (PGCN), incluindo a possível criação do código 10 sobreposto à área 11. Tal medida prevê que, depois que se esgotarem os números dos celulares na área 11, os novos começariam a utilizar o novo código de área 10.

A proposta da Anatel pede ainda o acréscimo de um dígito nos telefones de todo o Brasil ao longo do tempo, conforme a evolução da demanda. A ampliação dos dígitos, bem como a mudança do código de área 10, não trariam nenhum custo adicional ao consumidor e não afetariam os números de telefone já existentes, informa a agência.

A ideia do conjunto de medidas, segundo a Anatel, partiu das operadoras que se queixam da escassez de números de celular disponíveis para novas linhas no Estado de São Paulo, localidade do Brasil com mais clientes de telefonia móvel.

De acordo com a agência, há hoje 180 milhões de linhas móveis ativas no Brasil, 45 milhões apenas no Estado de São Paulo, muitas delas inutilizadas porque o usuário abandona seu celular ou chip GSM e não cancela oficialmente sua linha.

Após a consulta, a agência informa que as contribuições serão reunidas e analisadas para posterior deliberação pelo Conselho Diretor da Anatel, “com vistas à edição de normas”.

Fonte: http://info.abril.com.br/noticias/tecnologia-pessoal/brasileiros-poderao-opinar-sobre-9-digitos-16052010-5.shl