Um processo na Califórnia acusa a Apple por propaganda enganosa por anunciar que “ler no iPad é como ler um livro” –exceto pela parte de que não se pode lê-lo em um dia com muita claridade.

As informações são do blog de tecnologia do Yahoo! News desta quarta-feira (28).

O processo aberto na semana passada na corte de Oakland, na Califórnia, pede compensação pelos danos da Apple, devido ao fato da companhia fazer “retratação fraudulenta e/ou negligente” sobre o iPad, que “repentina e inesperadamente, parou de funcionar quando superaqueceu” sob “condições normais de temperatura”.

“Livros não se fecham quando o leitor está os aproveitando sob a luz do sol ou em outras condições ambientais normais de temperatura”, diz o processo.

Ainda de acordo com o blog, os requerentes Jacob Baltazar, Claudia Keller e John R. Browning dizem que o iPad é “virtualmente inutilizável quando estamos em condições ambientais particulares (por exemplo, em luz solar direta em qualquer temperatura) desde quando é ligado, algumas vezes após alguns minutos de uso”.

No site da Apple, informa-se que o iPad opera entre temperaturas de 32ºC e 95ºC, assim como o iPhone.

Alguns usuários reclamaram que seus tablets da Apple se desligaram após um tempo de menos de dez minutos sob o sol.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/tec/774039-usuarios-processam-a-apple-nos-eua-por-ipad-falhar-sob-o-sol.shtml