A TIM ultrapassou a Claro e retornou à vice-liderança do mercado brasileiro de telefonia móvel, posição que havia perdido para o grupo mexicano em 2008. Com 1,287 milhão de adições líquidas (novas vendas menos cancelamentos) contabilizadas em julho, a operadora fechou o mês com participação de 25,78% no total de celulares habilitados no país. A Claro também cresceu, mas ficou com 25,51%.

“Este não é o resultado de um mês, é o trabalho feito ao longo de dois anos”, afirmou o diretor comercial da TIM, Lorenzo Lindner. De acordo com o executivo, voltar à segunda colocação não era um ponto de chegada para a companhia, cujo objetivo principal é “crescer com rentabilidade”. Porém, ele reconheceu que a vice-liderança é uma sinalização positiva para o mercado.

“É um indicador que tem visibilidade, é positivo em termos de posicionamento de imagem”, afirmou Lindner. Nos próximos dias, a TIM vai publicar anúncios publicitários em jornais e revistas para divulgar a conquista do segundo lugar.

De acordo com números da Anatel, a TIM encerrou julho com 56,812 milhões de assinantes. A Claro ficou 56,202 milhões. Com isso, a diferença entre elas ficou em pouco mais de 600 mil linhas. No mês de junho, a Claro, do grupo mexicano América Móvel, estava 10 milhões de linhas à frente da rival. Líder do mercado brasileiro, a Vivo manteve sua participação estável em 29,53%.

Fonte: http://g1.globo.com/economia/noticia/2011/08/tim-ultrapassa-claro-e-volta-a-vice-lideranca-apos-tres-anos.html