A TIM vai exigir da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) o direito de manter dois Códigos de Seleção de Prestadora (CSP), como aconteceu com a Oi. A operadora quer ficar com o seu CSP e o da Intelig, comprada no  final do passado. A informação é do diretor de Assuntos Regulatórios da TIM Brasil, Mario Girasole.

Girasole defendeu o direito de a TIM ficar com dois CSPs durante o Fórum Ibero-americano para o desenvolvimento de banda larga, que abriu nesta segunta-feira, 21/6, em São Paulo.

“A TIM está estudando o ato da Anatel que manteve os CSPs da Oi para adotar medidas”, disse o executivo da operadora italiana, que quer saber se houve mudança na interpretação da regulamentação.

A reivindicação do diretor da TIM acontece depois que o Conselho Diretor da Anatel deliberou na semana passada que a Oi poderá utilizar o código 31 em sua área de concessão (Região I do Plano Geral de Outorgas) e o 14 na região que era da Brasil Telecom, (Região II do PGO).

Girasole explica que a TIM tem um prazo de 18 meses para fazer a devolução do CSP da Intelig, após a compra, mas que agora avalia a possibilidade de ficar com os dois números. “A decisão da Anatel tem um impacto e vamos analisar a interpretação antes de tomar qualquer medida”, afirma o executivo.

Fonte: http://computerworld.uol.com.br/telecom/2010/06/21/tim-quer-o-direito-de-ficar-com-2-codigos-como-a-oi/