PRAGA – A República Tcheca se recusou a autorizar que o Google expanda o serviço Street View, alegando que as ferramentas de mapeamento utilizadas invadem a privacidade dos cidadãos, informou hoje o órgão defensor da privacidade no país.

O gabinete tcheco para Proteção de Dados Pessoais está investigando a questão desde abril, e na semana passada se negou a liberar o Google para ampliar o Street View no país do leste europeu, mas não havia explicado o motivo da decisão.

O Google havia interpretado a atitude como um recusa temporária. Hoje, o gigante americano da internet declarou estar cooperando com o governo tcheco e fornecendo todos os detalhes solicitados para conseguir a permissão para coletar dados.

“Graças à operação em curso, as exigências estão sendo satisfeitas”, disse em comunicado o Google.

Porém o chefe do gabinete, Igor Nemec, reiterou que o Google, ao recolher informações, usa tecnologias que “invadem desmedidamente a privacidade dos cidadãos da República Tcheca”.

Nemec acrescentou que o gabinete recebeu dezenas de reclamações dos cidadãos e que o Google não dispõe de um representante oficial no território tcheco para lidar com conteúdo pessoal.

O Google disse que não coletará novos dados na República Tcheca antes que o problema seja resolvido, mas as fotos feitas anteriormente em Praga e em outras cidades continuarão disponíveis no Street View.

Fonte: http://info.abril.com.br/noticias/internet/tchecos-acusam-google-de-invadir-privacidade-22092010-23.shl