O presidente da Apple, Steve Jobs, reapareceu publicamente nesta quarta-feira (2) no anúncio da nova versão do iPad. Batizado de iPad 2, o aparelho foi mostrado, em San Francisco, nos Estados Unidos. Jobs se afastou do comando da companhia em 17 de janeiro, por conta de um problema de saúde.

Disponível em duas cores – preto ou branco -, o  iPad 2 virá equipado com um novo processador, batizado de A5, com dois núcleos, além de câmeras traseira e frontal, para realização de videoconferência. “O iPad 2 é mais fino do que o iPhone”, afirmou Jobs. O aparelho terá 8,8 milímetros de espessura, e pesará 580 gramas.

O preço e a capacidade de armazenamento será o mesmo da linha anterior: a partir de US$ 500 para o modelo de 16 GB sem conexão 3G. São os mesmos 6 modelos: 16 GB, 32 GB e 64 GB, com opção de conectividade via wi-fi ou wi-fi mais 3G. O modelo mais caro custa US$ 830.

O aparelho estará disponível a partir de 11 de março no mercado americano. No dia 25, a nova versão começa a chegar a outros 26 países. Ainda não foi divulgada a data de lançamento no Brasil, que recebeu o modelo de abril de 2010 apenas no final do ano.

Entre as novidades está a presença de uma saída de vídeo HDMI. O cabo, vendido à parte, custará US$ 40. Há dois novos modelos de capas, uma de poliuretano, de US$ 40, e outra de couro, vendida a US$ 70. Os dois produtos são dotados de uma manta magnética: ao serem retiradas do contato com o aparelho, a tela se liga automaticamente.

Mais informações: http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2011/03/jobs-volta-para-mostrar-o-ipad-2.html