A fabricante de antivírus Sophos publicou um alerta sobre uma nova praga para computadores com o Mac OS X, sistema operacional da Apple. O vírus, batizado de Miner-D ou “DevilRobber”, é capaz de roubar informações armazenadas no sistema e usar a placa de vídeo do computador para calcular os valores necessários para obter Bitcoins, uma “moeda criptográfica” que pode ser trocada por dinheiro.

O Bitcoin é uma moeda “livre” gerada por cálculos matemáticos. Esses cálculos são muito complexos e são mais facilmente gerados pelos processadores existentes em placas de vídeo do que nos processadores comuns de computadores. Já existem vírus para Windows que roubam a “carteira” de Bitcoin do usuário – caso ele use o programa – ou que usam o PC para gerar novos Bitcoins, mas a praga ainda é novidade para Macs.

O vírus também é capaz de roubar dados de formulários na web (usuários e senhas), realizar capturas de tela e roubar o histórico do navegador web Safari, entre outras atividades.

Segundo a Sophos, a praga está sendo distribuída junto a cópias piratas de um software chamado GraphicConverter. “É possível que outros aplicativos também tenham sido distribuídos em torrents ou que os criminosos ainda vão usar outras formas para distribuir esse cavalo de troia”, escreveu Graham Cluley em um alerta postado no blog ‘Naked Security’.

Torrents são arquivos que permitem o download de dados de forma distribuída em uma rede ponto a ponto (P2P). É um meio comum para o download de conteúdo ilegal, embora a tecnologia também seja usada para distribuição de conteúdo legítimo.

Fonte: http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2011/11/software-espiao-para-mac-os-x-usa-placa-de-video-para-obter-bitcoins.html