O Rio de Janeiro continua lindo, mas saiu muito mal na foto na estreia do Google Street View, ferramenta do Google Maps que permite ao internauta andar virtualmente pelas ruas de 51 cidades brasileiras, por meio de imagens de alta qualidade, em  360 graus com direito a zoom e giro panorâmico. Uma dessas imagens foi retirada pelo Google porque um internauta comentou que era muito forte: um corpo ensanguentado numa das pistas da Avenida Presidente Vargas, em pleno Centro do Rio. Em reportagem publicada na editoria de economia do GLOBO, o Google no Brasil não soube informar se tratava-se de um atropelamento ou um homicídio.

Tanto num como no outro caso infelizmente essa ainda é a dura realidade do Rio, apesar das estatísticas indicarem redução nos homicídios. O Estado do Rio tem uma média de 900 atropelamentos por mês e, no mesmo período, cerca de 500 homicídios dolosos. Na terça-feira passada, os bombeiros resgataram um corpo sem identificação do Canal do Mangue, em frente ao Centro Administrativo São Sebastião, a sede da prefeitura do Rio – conhecido como Piranhão. (saiba mais aqui). Imagine se um cadáver aparece a menos de  cem metros do New York City Hall, a sede da prefeitura novaiorquina, na Rua Chambers 52, faltando quatro anos para a realização de uma Copa do Mundo e seis anos para uma Olimpíada na cidade. O New York Times daria primeira página.

Como a ferramenta não exibe as fotografias em tempo real, não se sabe qual foi o fato relacionado ao corpo. Na fotografia aparece parte de uma radiopatrulha da PM, do lado direito da imagem (abaixo).

Fonte: http://oglobo.globo.com/rio/ancelmo/reporterdecrime/posts/2010/10/01/servico-do-google-maps-exibiu-imagem-de-corpo-na-presidente-vargas-329049.asp