À primeira vista, é bem provável que você ouça sobre RFID e não faça a menor ideia do que seja. Mas, na realidade, isso é uma tecnologia que está bem mais frequente no nosso dia a dia do que se possa imaginar. Com inúmeras possibilidades de uso, o uso de RFID em eventos tem crescido consideravelmente.

Lembra de quando o festival Lollapalooza e o Rock in Rio começaram a usar pulseiras com chips no lugar dos ingressos de papel? Ou, então, quando passou a receber pagamentos sem a necessidade de dinheiro vivo ou cartão? Pois bem, tudo isso é feito através da tecnologia RFID. E se você ficou curioso sobre como isso pode funcionar no seu evento corporativo, separamos algumas dicas valiosas!

  • O QUE É RFID?

Antes de qualquer coisa, é importante respondermos: o que é RFID? Essa sigla, na verdade, significa Radio Frequency Identification, que nada mais é do que um sistema que transmite informações entre um chip e uma central de controle através da identificação feita por rádio frequência.

Existem dois principais tipos de etiquetas de RFID – também conhecidos por chips –, a passiva e a ativa. A primeira utiliza a radiofrequência do leitor para transmitir seu sinal. Normalmente, elas possuem suas informações gravadas permanentemente quando são fabricada. Apesar de algumas serem “regraváveis”, dificilmente elas são usadas com esse fim.

Já as etiquetas ativas são consideradas muito mais sofisticadas e caras e possuem uma bateria própria, além de permitir armazenamento em memória RAM capaz de guardar até 32 Kb.

  • COMO FUNCIONA O RFID?

O sistema de RFID é composto, basicamente, de uma antena, um receptor, que faz a leitura do sinal e manda a informação para um dispositivo leitor, e também de um repetidor de radiofrequência, que contém o circuito e a informação a ser transmitida.

Quando uma antena transmite a informação, ela emite um sinal ao circuito integrado para transmitir suas informações para o leitor. Este, por sua vez, converte as ondas de rádio do RFID para informações digitais. Depois de convertidas, elas poderão ser lidas e compreendidas por um computador, permitindo uma análise ou registro de dados.

Por serem extremamente inteligentes, os sistemas RFID permitem a identificação de vários objetos de forma simultânea. Por serem extremamente seguras, elas também são usadas para eliminar o uso de dinheiro nas transações comerciais, como nas barracas de bebidas e comidas de festivais ou nos famosos Apple Pay e Samsung Pay que estão sendo largamente utilizados ultimamente. Até mesmo as operadoras de cartão MasterCard, Visa e Elo se uniram para disseminar o sistema de pagamento via aproximação no mercado, que utiliza essa tecnologia.

É justamente essa série de benefícios que permite usar o sistema RFID em eventos. Porém, muito mais do que facilitar o método de pagamento, o uso dessa tecnologia traz diversas vantagens para o universo dos eventos.

  1. ENTRADA INTELIGENTE
    Podendo ser personalizada com as informações de cada convidado, as pulseiras RFID permitem não só uma agilidade maior no credenciamento dos participantes, como também geram um registro inteligente dos principais dados de cada um, como idade, sexo, cargo, região que moram, entre outros.

    Da mesma forma, você tem um controle mais ágil sobre a quantidade de participantes que estiveram presentes, tudo isso sem precisar de mão-de-obra física. Ou seja: as pulseiras RFID oferecem inteligência ao organizador, enquanto eliminam as incansáveis filas de credenciamento para os convidados.

  2. COLETA DE DADOS INTELIGENTE
    Por serem pequenos, os leitores RFID podem ser posicionados nos mais diversos locais. Como sua capacidade de absorção de informação é imensa, podendo captar diferentes dados de uma só vez, você consegue, por exemplo, usar as pulseiras para acompanhar qual stand está tendo mais visitas, quanto tempo os participantes passam interagindo nos stands e qual o fluxo de visitantes por dia.
  3. GERENCIAMENTO DO STAFF
    Gerenciar todo o staff de um evento não é tarefa fácil. Já pensou usar a tecnologia a seu favor para isso? O RFID pode ser usado num sistema de integração que ajude a controlar a permissão de acesso em determinadas áreas, além de receber informações importantes sobre os membros da equipe.
  4. AGILIDADE NO PAGAMENTO
    Já é sabido que, hoje em dia, tem sido cada vez menor o número de pessoas que saem na rua com dinheiro. E a tendência é que o mesmo aconteça com os cartões – pelo menos com os de leitor magnético. Mais seguro do que outros meios de pagamento, os sistemas de pagamento via RFID têm tornado mais ágil o momento do pagamento, evitando a necessidade de inserção de senhas ou de devolução de trocos.

    Ficou claro que pode ser extremamente útil trabalhar com a tecnologia RFID em eventos. Com inúmeras possibilidades, esse sistema oferece benefícios antes inimagináveis, enquanto garantem uma inteligência de dados e uma praticidade sem precedentes no mercado.

Fonte: https://www.panrotas.com.br/viagens-corporativas/tecnologia/2018/09/rfid-entenda-o-que-e-e-como-essa-tecnologia-otimiza-eventos_158993.html