Cansou da caretice virtual de plantar milho, ordenhar vacas ou alimentar patos no FarmVille? Um aplicativo bem menos ortodoxo promete agitar o seu Facebook.

O Pot Farm (fazenda de maconha, em tradução livre), cujo número de usuários ativos ultrapassa 1,8 milhão, permite que o usuário crie um avatar e plante a erva livre e virtualmente. O aplicativo, no entanto, não é recomendado a menores de 21 anos.

Não faltam bom humor e irreverência para o jogo.

O usuário começa o “negócio” em uma área aberta e, gradativamente, vai adquirindo e barganhando objetos –e, é claro, maconha.

À medida que vai progredindo no jogo, o espaço virtual da “fazenda” vira algo similar a uma comunidade hippie, com adereços e plantas geralmente vinculados a esse estilo de vida.

Há um vilão alucinado, contudo: ele se chama Ranger Dick, e pode atacar –e fumar– toda a plantação do usuário.

Lançado em meados de maio, o aplicativo é desenvolvido por um internauta que se identifica pelo codinome Uncle Floyd.

E qual o diferencial principal entre o Pot Farm e o FarmVille?

“Em Pot Farm suas colheitas nunca morrem, mas se você cultivar certas plantas sem o ter certeza de que elas estão protegidas, você pode ser acertado por Ranger Dick!”, declarou Uncle Floyd, em entrevista ao site SocialTimes.

Fonte: http://www.correiodoestado.com.br/noticias/plantacao-virtual-de-maconha-ultrapassa-1-8-mi-de-usuarios-n_83451/