Além de protegerem contra frio ou calor, as roupas do futuro terão funções inteligentes, podendo, por exemplo, medir o batimento cardíaco e enviar as informações ao notebook.

Os pesquisadores do Instituto de Engenharia Têxtil de Denkendorf, no sul da Alemanha, querem tornar as roupas ainda mais “inteligentes”. “O interessante neste trabalho é a integração de funções e de eletrônica na roupa do dia a dia”, comenta o diretor do instituto, Heinrich Planck, ao apresentar o resultado do trabalho de profissionais das mais diversas áreas, como físicos biólogos e especialistas em cibernética.

O que à primeira vista parece uma camisa normal, na realidade é uma peça de alta tecnologia, forrada no interior com sensores. Sua função é monitorar os batimentos cardíacos como num eletrocardiograma e a respiração de quem a usa.

Fonte: http://www.jornalfloripa.com.br/Mundo/index1.php?pg=verjornalfloripa&id=5844