Uma pesquisa feita pelo Pew Research Center, responsável por informações sobre atitudes e tendências mundiais, aponta que os jovens podem ser cruéis, quando se trata de bullying. Ou melhor, de ciberbullying, que acontece na web.
Jovens de 12 a 17 anos foram pesquisados. Os resultados apontam que o bullying na internet é quase tão freqüente quanto na vida real. 8% dos adolescentes disseram que já sofreram com isso na web, contra 12% na vida real.
Além disso, 9 entre 10 jovens dizem já ter sido testemunha de crueldade com outras pessoas dentro das redes sociais, segundo o site Mashable. Outros 12% do total disseram que o fato é totalmente comum na rede.

“Acho que as pessoas ficam cruéis quando entram no Facebook. Eles agem de forma diferente na escola, mas online, são pessoas totalmente diferentes. Você ganha muita confiança”, diz uma garota que participou da pesquisa, mostrando que o caso é realmente sério.

A maioria dos jovens foi mais propensa em dizer que alguns colegas são cruéis com os outros nas redes sociais. Porém, 7 entre 10 jovens também declararam que se sentem mais próximos uns dos outros no Facebook, por exemplo.

Fonte: http://olhardigital.uol.com.br/jovem/redes_sociais/noticias/pesquisa-aponta-que-9-entre-10-jovens-ja-foram-testemunhas-de-bullying-na-web