Segundo o ranking anual do BrandZ – estudo sobre as marcas mais conhecidas realizado pela companhia de pesquisas de mercado Millward Brown -, a Apple foi novamente considerada a marca mais valiosa do mundo. Esta é a segunda vez que a empresa de cupertino fica no topo da lista; a primeira vez foi no ano passado, depois de subir para 6º lugar em 2009 e 3º em 2010.

De acordo com o site The Next Web, o valor da marca Apple subiu 19% em 2011, até chegar aos atuais US$ 183 bilhões, ou 37% de seu valor de mercado. Os resultados financeiros também são animadores: só em dezembro, a empresa de Cupertino obteve uma receita recorde de US$ 46 bilhões, graças às vendas de iPhones, iPads e iPods no feriado de Natal.

Já o Facebook teve a mais alta ascensão entre os 100 primeiros colocados, com salto de 74% no valor da marca – agora ela vale US$ 33,2 bilhões, o que deixou a rede social em 19º lugar.

Outras grandes empresas de tecnologia ocupam posições de destaque na lista, como IBM (2º), Google (3º), Microsoft (5º) e Amazon.com (18º). HP e BlackBerry foram as marcas que mais perderam valor em 2011, com 35% e 75% de desvalorização, respectivamente.

O diretor-executivo da consultoria responsável pela pesquisa, Nick Cooper, disse que a força das marcas é um indicador do papel central e transformador que a tecnologia desempenha na vida contemporânea. “[A tecnologia] é onipresente, e há muito entusiasmo e novidades. É esse o ramo em que tudo acontece, o que tende não só a aumentar a demanda e melhorar o desempenho financeiro como a ampliar o papel da marca”, afirmou Cooper

Fonte: http://olhardigital.uol.com.br/negocios/digital_news/noticias/pela-segunda-vez,-apple-e-eleita-a-marca-mais-valiosa-do-mundo