Policiais da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) prenderam em flagrante no Catete, na Zona Sul do Rio, um suspeito de roubar um notebook. A polícia chegou até ele, nesta quinta-feira (4), após a vítima acionar por acesso remoto a câmera do computador e filmar o suspeito acessando páginas de sites de relacionamento e até o site do Tribunal de Justiça para consultar processos. O suspeito estava em uma loja de manutenção de equipamentos eletrônicos.

Segundo a polícia, a vítima foi roubada no dia 13 de julho por dois homens em uma moto, na Ilha do Governador, e nesta quinta-feira esteve na DRCI com as filmagens que ele fez. A localização do notebook foi possível após a vítima informar que tinha um programa de assistência remota (team viewer), possibilitando que tivesse acesso ao computador toda vez que o aparelho fosse conectado à internet. Os policiais fizeram uma varredura nas redes sociais e chegaram ao suspeito, que tem quatro anotações criminais, e ao sócio dele, com três mandados de prisão expedidos, que não estava na loja.

A polícia informou que no local foram apreendidos três netbooks, incluindo o da vítima, duas câmeras fotográficas e 33 celulares sem nota fiscal. O material e o suspeito foram levados para a DRCI.

Fonte: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2011/08/notebook-roubado-e-achado-pela-policia-apos-acesso-remoto-da-vitima.html