A produtora finlandesa de telemóveis Nokia anunciou esta quinta-feira novos processos por violação da propriedade intelectual, contra a concorrente Apple, alegando utilização indevida de patentes no iPhone, iPad e iPod Touch.

Os processos estão a decorrer no Reino Unido, na Alemanha e na Holanda, e as acções que a Nokia anunciou «acrescentam mais 13 patentes às 24 já interpostas contra a Apple na Comissão Internacional de Comércio dos Estados Unidos» e noutros tribunais do país, disse esta quinta-feira a Nokia, maior produtora mundial de telemóveis.

As queixas foram interpostas entre Outubro e Dezembro e seguem-se a processos anteriores postos pela Nokia, acusando a Apple de violar as suas patentes em muitos produtos. A Apple já tinha posto, por seu lado, os seus próprios processos contra a Nokia.

Em Outubro de 2009, a Nokia processou pela primeira vez a Apple por violações de patentes.

O porta-voz da Nokia, Mark Durrant, citado pela agência noticiosa Associated Press, disse que o grupo finlandês não espera uma resolução rápida dos processos e que a primeira audição em tribunal não deverá decorrer antes do final do próximo ano, provavelmente em Haia, na Holanda.

«Queremos ter a certeza que não nos limitamos a falar destas coisas aos poucos e poucos. Há obviamente muitas coisas a acontecer nesses casos»,acrescentou Durrant.

A Lusa diz que o processo que a Nokia interpôs no Reino Unido, a 3 de Dezembro, inclui patentes relacionadas com o interface de toque físico dos aparelhos, bem como tecnologias das plataformas de vendas de aplicações nos telemóveis, entre outras.

Na Alemanha, os processos incluem propriedade intelectual relacionada com a identificação de chamadas, antenas e iluminação dos aparelhos, entre outras.

Os processos por violação de propriedade intelectual não impedem, em regra, os produtos de chegarem ao mercado, mas tornaram-se mais comuns com a redução das margens no negócio dos telemóveis mais avançados, os smartphones, que lança sobretudo em competição a Nokia, a Apple e a RIM, que produz os Blackberry.

Fonte: http://www.tvi24.iol.pt/media-e-comunicacoes/nokia-apple-iphone-ipad-agencia-financeira/1218852-5239.html