Jonathan Mann está de volta! Depois de lançar a melodia “The iPhone Antenna Song” e ser destacado numa Stevenote, o cara tratou de dedicar sua 562º melodia a ninguém menos que El Joboso. Também, depois de ontem, merecia — pense na exposição que o cara recebeu! 😛

Com vocês, a ode de amor ao homem da turtleneck preta, “Steve Jobs”:

Confira abaixo a letra original e a tradução:

As business men go he is a legend
Surviving exile returning as king
If that sounds like Moses it’s no accident
The Cult of Macintosh is a religion
We bow down to products that make us weep
The beauty of simplicity the shepard and his sheep
We defend all attackers with fervent zeal
In each operating system
Some new truth is revealed

His violent temper, his strict beliefs
His singular vision make him adored
We try our best as we make our way
Through the pipeline
Of products we can’t afford
In his guarded temple there’s a beating drum
And it’s made of glass and of aluminum
On every surface a mysterious brew
A reflection of desire is forged anew

When he speaks we all listen
Lovers and haters
The excitement that i feel when he walks out on stage
It’s not just what he’s revealing
But the way he reveals it too

Entre homens de negócios, ele é uma lenda
Sobreviveu ao exílio e voltou como rei
Se isso lembra Moisés, não é coincidência
O Culto do Macintosh é uma religião
Curvamo-nos a produtos que nos fazem chorar
A beleza da simplicidade, o pastor e sua ovelha
Defendemo-nos dos atacantes com zelo fervoroso
A cada sistema operacional
Uma verdade nova é revelada

Seu temperamento violento, suas crenças rígidas
Sua visão singular o fez ser adorado
Tentamos ao máximo seguir caminho
Através de uma linha de produtos
Que não conseguimos pagar
No templo guardado há um tambor soando
E ele é feito de vidro e alumínio
Em cada superfície uma mistura misteriosa
Um reflexo do desejo é forjado como novo

Quando ele fala, nós todos escutamos
Adoradores e inimigos
A emoção que sinto quando ele sobe ao palco
Não é só pelo que ele revela
Mas pela forma como ele revela também

Fonte: http://macmagazine.uol.com.br/2010/07/17/momento-humor-uma-cancao-de-amor-para-steve-jobs-por-jonathan-mann/