Apesar de ter demonstrado claro interesse em emplacar o Windows Phone 7 entre os usuários e desenvolvedores, a Microsoft informa que deixará de fora um dos recursos mais desejados pelos consumidores, o multitasking.

De acordo com o site Digital Trends, a companhia enviou uma nota para os desenvolvedores confirmando que o SO rodará apenas uma aplicação por vez. Nenhum programa de terceiros poderá rodar em segundo plano.

Assim que o usuário tentar iniciar outro aplicativo, o software em andamento será encerrado em um processo chamado de “Tombstoning”. No entanto, o procedimento não deve atrapalhar tanto assim a usabilidade. Embora a aplicação anterior seja finalizada, quando o usuário retornar a utilizá-la o programa deve abrir exatamente onde parou.

Até então, a Microsoft adotava a funcionalidade de multitarefa em seus sistemas operacionais móveis, sendo assim, a opção de não incluir o recurso provavelmente ocorre por intenção de ampliar a vida útil da bateria, já que a empresa provou que é capaz de desenvolver produtos com a facilidade.

Atualmente, os principais rivais do Windows Mobile, o iOS e Android, apresentam a possibilidade de multitarefa em suas versões mais recentes.

Fonte: http://olhardigital.uol.com.br/produtos/mobilidade/celulares-verdes-sao-uma-alternativa-para-diminuicao-do-lixo-eletronico/12816