O ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, anunciou nesta terça-feira (6) que o Mercosul, bloco econômico que reúne Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai, prepara uma regulação comum para o comércio eletrônico da região. Já estão em fase de implantação mecanismos como o modelo de certificação de compra válido para todos os países, nota fiscal eletrônica e um carimbo de tempo, com as datas das transações.

A iniciativa integra o projeto Escola Virtual, que oferecerá 30 cursos para capacitação de micro e pequenos empresários, com foco na economia digital a sociedade da informação. Os cursos serão oferecidos nos próximos 27 meses e receberam investimento de € 9 milhões (R$ 21,6 milhões, na cotação desta terça), sendo € 7 milhões concedidos pela União Europeia.

A coordenadora do projeto, Marta Pessoa, disse que a regulação comum vai tornar as compras mais confiáveis dentro do bloco. “O projeto Mercosul Digital vai permitir que as assimetrias existentes entre os países sejam minizadas e que o comércio eletrônico na região seja confiável”, afirmou.

Segundo dados do Mercosul, em 2010 foram movimentados R$ 25 bilhões em comércio eletrônico no bloco, o que equivale a 66% do total de produtos comercializados pela internet na América Latina. Só no Brasil foram R$ 17  bilhões, enquanto na Argentina o total movimentado foi de R$ 5,5 bilhões. Uruguai e Paraguai somaram uma movimentação de R$ 1,5 bilhão.

Mercadante disse que o comércio na região pode ser impulsionado com as transações on-line. “A economia da região vem crescendo fundamentalmente por essa sinergia [do comércio bilateral entre os países do Mercosul]. O nosso próximo passo é nós abrirmos um caminho de integração no mundo digital”, declarou o ministro.

Fonte: http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2011/12/mercosul-prepara-regulacao-comum-para-comercio-eletronico.html