Em artigo escrito para o jornal “The New York Times”, Mona Simpson, escritora e irmã biológica de Steve Jobs, disse que as últimas palavras do cofundador da Apple, que morreu no dia 5 de outubro aos 56 anos, foram “Oh uau. Oh uau. Oh uau (‘Oh wow’, em inglês)”. No texto, ela também lembrou como conheceu Jobs.

Ela escreveu o artigo no dia 16 de outubro durante homenagem a Jobs na igreja da Universidade de Standford, nos EUA.

Mona disse que Jobs estava com a família quando morreu. “Antes de partir, ele olhou para sua irmã Patty, depois por um longo tempo para seus filhos, depois para sua companheira, Laurene. As palavras finais de Steve foram ‘Oh wow. Oh wow. Oh wow'”.

Ela contou que ficou sabendo que Jobs era seu irmão quando tinha 25 anos por meio de um advogado que disse que ela tinha “um irmão rico e famoso”. Os dois se conheceram e começaram uma longa amizade.

Mona lembra de Jobs como uma pessoa simples que trabalhava muito e que não tinha medo de errar. Ela conta que, quando ele gostava de alguma coisa, uma camiseta, por exemplo, ele comprava dez ou 100 peças dela. “Na casa dele em Palo Alto deve haver camisetas pretas de gola rulê para todos presentes nesta igreja [onde estava sendo realizada a homenagem]”.

Ela lembrou a filosofia de vida de Jobs: “A moda é o que parece bonito hoje mas irá parecer feio depois; arte pode ser feia em um primeiro momento, mas se torna bonita depois.” Mona o considerava romântico. “Ele acreditava que o amor acontecia o tempo todo e em todo o lugar.

Quando Jobs ficou doente demais, ela lembra que coisas simples deixaram de o agradar. “Eventualmente, mesmo prazeres pequenos, como comer um bom pêssego, não o interessava mais.”

Fonte: http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2011/10/irma-de-steve-jobs-revela-suas-ultimas-palavras-antes-de-morrer.html