A Polícia Civil do Rio Grande do Sul lançou em seu site, na semana passada, um serviço no qual os internautas podem auxiliar na identificação de criminosos. A página exibe as imagens gravadas pelo circuito interno de TV de bancos e empresas, e permite que os usuários façam denúncias e ajudem a identificar os suspeitos. Somente nos primeiros sete dias de funcionamento, foram mais de 5 mil acessos, e 200 denúncias estão sendo investigadas. Dois casos já foram solucionados graças à ajuda dos internautas.

Originalmente lançado pelo Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC), ligado à Delegacia de Polícia de Repressão a Roubos (DR), a iniciativa, segundo o titular da unidade, Juliano Ferreira, visa diminuir a dificuldade em identificar e localizar criminosos. A princípio voltado para casos de assaltos, a ferramenta poderá ser usada para a solução de outros tipos de incidente.

Quem afirma isso é um dos idealizadores do projeto, o delegado Émerson Wendt, que comanda a Delegacia de Repressão aos Crimes Informáticos (DRCI) e coordena o Curso de Inteligência Policial na Academia de Polícia Civil (Acadepol). Ele diz desconhecer a existência de um serviço parecido no Brasil.

Para acessar o site, basta entrar no portal do órgão e clicar na seção “Auxilie a Polícia”. Por enquanto, só há quatro fotos, mas a intenção é incluir o maior número possível de imagens. O sigilo das informações prestadas, tanto por empresas quanto por indivíduos, e o anonimado do denunciante, é garantido, diz a polícia.

Para Wendt, a confiança do cidadão no serviço tende a crescer conforme os resultados obtidos e o tempo de funcionamento. Ele diz já ter pedido à área de TI de sua delegacia a criação de algo semelhante – no sentido de ter uma ferramenta em que qualquer pessoa possa contribuir com investigações de crimes virtuais sem ter de enviar um e-mail ou identificar-se

Fonte: http://idgnow.uol.com.br/internet/2010/07/15/internautas-podem-ajudar-policia-do-rs-a-identificar-criminosos/