A IBM realiza nesta quarta-feira (9/11) um evento para mostrar o desenvolvimento do projeto IBM Smart City no Rio de Janeiro, que pretende usar a tecnologia para contribuir com políticas da cidade.

A empresa instalou computadores e câmeras pelas ruas do Rio que enviam imagens em tempo real para o Centro de Operações do Rio, mapas com informações sobre a rede elétrica e máquinas para previsões meteorológicas. O local – o Centro de Operações Rio – junta os conceitos da IBM para o desenvolvimento de uma cidade inteligente.

O programa começou em 2011 e, até agora, foram investidos 15 milhões em infraestrutura e 10 milhões no projeto tecnológico, de acordo com a CRN. O centro é usado para prever eventos, gerar alertas e gerenciar crises na cidade. Com a proximidade de grandes eventos como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016, o Rio de Janeiro vê o uso da tecnologia como forma de evitar alguns problemas que a cidade pode enfrentar – ou, pelo menos, agilizar a resposta dada pelos governantes para eventuais desastres que podem acontecer.

Em abril de 2010, por exemplo, uma série de enchentes deixou mais de 15 mil pessoas sem casa – o projeto da cidade inteligente ajudaria a prever os efeitos que as chuvas causariam na cidade e, assim, poderia contribuir para tirar a população das regiões de risco.

A IBM investe em diversas cidades no mundo para conciliar o uso de tecnologia com o desenvolvimento local. Em Portland, nos Estados Unidos, a empresa desenvolveu um software que simula a cidade e ajuda os governantes a avaliarem possíveis efeitos futuros de políticas públicas.

Fonte: http://olhardigital.uol.com.br/produtos/digital_news/noticias/ibm_mostra_projeto_de_cidade_inteligente_no_rio_de_janeiro