A Hewlett Packard decidiu realmente entrar no mercado de tablets. No entanto, ainda não sabe se irá um criar hardwares diferentes para cada sistema operacional – Android , Windows 7 e WebOS.

Nesta quinta (12), a empresa disse em comunicado que “está muito animada com a categoria de tablets”, e “planeja usar o WebOS, assim como o Windows 7”. O webOS é o sistema móvel criado pela Palm, que foi comprada pela HP.

Não houve menção, no entanto, a um tablet com Android, conforme rumores no mercado.

O WebOS será usado pela HP em smartphones , tablets, netbooks e até impressoras. Já o Windows 7, em um tablet para empresas, disse a companhia.

No entanto, não foi divulgado qualquer menção a prazos.

O fato de a HP não ter mencionado o Android é interessante, dado o número de notícias sobre os planos dela, inclusive com o nome do produto – Zeen – um tablet voltado para leitura.

Zeen é um trocadilho com a última sílaba da palavra “magazine” (revista). Os rumores diziam que ele se conectaria diretamente com uma impressora HP, facilitando a reprodução de uma revista em casa.

O site de tecnologia Engadget noticiou que um tablet HP com Windows 7 chegaria ao mercado em dezembro, enquanto o com WebOS, no primeiro trimestre do ano que vem. As datas não foram confirmadas pela HP.

“Duvido que a HP faça três produtos diferentes, um para cada OS”, disse Carl Howe, analista do Yankee Group.

Ele disse que é mais provável que a empresa fabrique uma plataforma comum, com adaptações para cada sistema e aplicativos.

Entre os três, no entanto, Howe disse que o com Android seria o vencedor, devido a sua habilidade em adaptar aplicativos do Market feitos para smartphones. Já o Windows 7 não tem suporte para esse formato, e a comunidade do WebOS é pequena.

Jack Gold, analista da J. Gold Associates, disse que a HP tem mostrado uma versão do tablet com Windows 7, mas o produto vem sendo criticado pelo desempenho fraco.

Ele sugeriu que a empresa concentre esforços em um dispositivo com Android, pois haverá vários do tipo até o final do ano. “Ela poderia vendê-lo sob a marca Compaq, que tem foco no consumidor final”, afirma.

Fonte: http://idgnow.uol.com.br/computacao_pessoal/2010/08/13/hp-anuncia-que-entrara-no-mercado-de-tablets/