Recorde-se que Ozzie é um dos membros de topo da gestão da Microsoft e assumiu um papel ainda mais relevante com a saída de Bill Gates do dia-a-dia da empresa em 2008. O CEO da Microsoft enviou, ontem, um mail aos colaboradores informando a saída de Ray Ozzie, noticiou a “BBC Online”.

Ballmer referiu que Ozzie irá continuar na Microsoft durante um período de transição e que a companhia não estava à procura de ninguém para o substituir.

“Com o nosso progresso no desenvolvimento de serviços para a nuvem (cloud computing), estamos no caminho certo do nosso negócio. E eu e o Ray anunciamos hoje a sua intenção de abandoner o cargo de chief software architect,”, acrescentou Ballmer no citado email.

Ozzie irá focar a sua actividade na “área de entretenimento, onde a Microsoft está a prever vários investimentos”, acrescentou.

A BBC referiu ainda que esta saída poderá trazer algumas dúvidas na future direcção tecnológica da Microsoft

Ozzie entrou na Microsoft em 2005 como “chief technology officer”, depois da sua empresa ter sido adquirida pela gigante norte-americana.

E um ano depois da sua chegada, ele foi “empurrado” para a gestão da Microsoft. Em 2008, com a saída de Bill Gates, o CEO Steve Ballmer teve como seu braço direito, Ray Ozzie, conjuntamente com Craig Mundie o responsável pela investigação que a Microsoft escreverá o seu futuro.

Fonte: http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=449451