Em mensagem publicada no site da Secretária de Cultura do DF, hackers reclamaram dos impostos e da corrupção

Hackers dos grupos iPiratesGroup e AntiSecBrTeam retiraram diversos sites de governos estaduais, câmaras municipais e prefeituras durante o final de semana. Na noite de sábado, os grupos atacaram o site da Secretária de Cultura do Distrito Federal, e a página permanecia fora do ar até as 13h30 deste domingo.

No ataque, os hackers publicaram uma mensagem reivindicando uma CPI para apurar “as inúmeras falcatruas que abalroam nosso cenário político e social”. O governo do Distrito Federal já retirou a mensagem do ar. Os grupos também reclamaram dos altos impostos sobre a gasolina e dos pedágios nas estradas brasileiras. “Não seria inconstitucional cobrar por isso, já que temos o direito de IR e VIR?”, afirmaram na mensagem.

Os hackers derrubaram também todos os sites do governo do Amapá, além de páginas de prefeituras e Câmaras de Vereadores espalhadas pelo País, operação que eles chamaram de “#OPBreaking”. Pelo Twitter, os hackers do iPiratesGroup afirmaram que a operação foi “o maior ataque massivo efetuado contra servidores governamentais”

Fonte: http://tecnologia.terra.com.br/noticias/0,,OI5457119-EI12884,00.html