Um diretório contendo detalhes pessoais de mais de 100 milhões de usuários do Facebook surgiu em um site de compartilhamento.

O torrent (arquivo de compartilhamento P2P) de 2.8GB foi criado pelo hacker Ron Bowes, da Skull Security, que criou um mecanismo de busca (crawler) para colher dados de usuários no diretório aberto do Faceboook. Esse local lista todos as pessoas que não se importaram em mudar suas configurações de privacidade de forma a tornar seus dados invisíveis para mecanismos de busca.

O diretório de Boews tem 171 milhões de dados, relativos a mais de 100 milhões de usuário da rede social – pouco mais de 20% dos 500 milhões no total.

O arquivo contém o nome da conta e a URL de cada perfil, em que podem ser vistos detalhes como endereços, datas de nascimento e até telefones.

Ao acessar uma dessas páginas, é possível visitar os perfis dos amigos da pessoa, mesmo que eles tenham ajustado a privacidade de modo a ficar invisível para a busca.

O que o hacker fez não é ilegal, pois a informação é pública, mas levanta questões sobre a privacidade (ou a falta de) dos internautas em grandes redes sociais como o Facebook.

Por pressão da comunidade online, aliás, o serviço alterou suas configurações de privacidade há pouco tempo.

Fonte: http://idgnow.uol.com.br/seguranca/2010/07/28/hacker-publica-lista-com-detalhes-de-100-milhoes-de-usuarios-do-facebook/