A ferramenta Google Street View – que possibilita ver imagens capturadas nas ruas em cerca de 30 países – deve oferecer ainda neste ano arquivos digitalizados das ruínas de Roma.

Em um dos seus projetos mais ambiciosos, a empresa já está digitalizando com nove câmaras e três lasers os sítios arqueológicos da Roma antiga.

“O objetivo é oferecer informação ao público. O princípio é o mesmo que levou à criação da ferramenta de busca original: ajudar milhões e bilhões de pessoas a encontrar o que procuram”, afirmou Alessio Cimmino.

O Street view já esteve em outra ruína romana, Pompeia. O projeto arqueológico da empresa também já digitalizou o monumento de Stonehenge, na Grã-Bretanha.

O projeto da Google é mundial, mas alguns países já proibiram a entrada da empresa por questões de privacidade. A República Tcheca foi um dos últimos países dessa lista.

A Google já borra rostos e placas de veículos fotografados e diz que entra nos sítios arqueológicos quando não há outras pessoas.

Fonte: http://tecnologia.uol.com.br/ultimas-noticias/bbc/2010/09/24/google-street-view-chega-a-roma-antiga.jhtm