Uma pesquisa feita pela empresa de segurança Barracuda Networks sobre as segurança dos buscadores na internet demonstrou que o Google, líder deste mercado, é o mais utilizado para a distribuição de códigos maliciosos. Ou seja, quanto mais acessado, mais um site de pesquisas é usado para ataques de crackers.

O estudo focou no rastreamento dos resultados oferecidos por Google, Yahoo, Bing e Twitter para 25 mil termos populares, com análises de páginas em busca de malwares. E 69% dos resultados do Google traziam algum tipo de código escondido, contra 18% do Yahoo, 12% do Bing e 1% do Twitter.

Em resposta à pesquisa, o Google afirmou que vem trabalhando arduamente para identificar sites com malwares ou que tragam armadilhas que venham a prejudicar a qualidade de seus produtos de qualquer outra forma.  A empresa afirma ainda que, assim que são detectados, tais ameaças são imediatamente apagadas das listas de busca.

Fonte: http://idgnow.uol.com.br/seguranca/2010/07/29/google-atrai-mais-virus-do-que-outros-buscadores-diz-pesquisa/