Imagem de check-in de um dos acusados pelo Facebook

São Paulo – Em 2008 o Facebook e outras redes sociais foram invadidos por um vírus chamado “Koobface”. Após longa investigação, a empresa de Mark Zuckerberg revelou a identidade dos responsáveis pelos ataques.

Segundo o Facebook, os ataques foram realizados por um grupo de cinco pessoas que moram em São Petersburgo, na Rússia. Um dos líderes também seria o responsável pela propagação do vírus “CoolWebSearch”, que esteve em ação em 2003.

Quando ocorreram os ataques em 2008, o vírus se espalhou por meio de um link para um vídeo. Ao clicar, o usuário recebia um aviso para atualizar o Adobe Flash e neste momento o malware era instalado. Segundo empresas de segurança, o “Koobface” pode ter infectado mais de 800 mil PCs e desviado mais de US$ 2 milhões.

De acordo com o jornal Financial Times, na investigação promovida pelo Facebook foram encontradas diversas pistas sobre o grupo na própria internet. Além de fotos e vídeos publicados por eles ou por conhecidos, os crackers também utilizavam o Foursquare, o que ajudou na identificação da localização deles.

As revelações não resultaram ainda em prisões ou acusações dos crackers, porém o Facebook já solicitou ao FBI e autoridades da Alemanha e Reino Unido que auxiliem a Rússia nas investigações.

Fonte: http://info.abril.com.br/noticias/seguranca/facebook-identifica-criadores-do-virus-koobface-19012012-36.shl