Protótipo de carro voador da Bell foi apresentado na CES. Empresa de mobilidade prevê fabricação comercial do veículo já em 2020

A empresa fabricante de helicópteros Bell entrou na corrida pelo carro voador. O anúncio em detalhes foi feito durante a feira de tecnologia CES, que acontece em Las Vegas. Batizado de “Bell Nexus”, o projeto pretende colocar o veículo no mercado já no próximo ano.

O projeto é uma espécie de táxi aéreo que transporta até cinco passageiros e conta com tecnologia híbrida, que o permite percorrer distâncias maiores do que um sistema 100% elétrico seria capaz. O grande benefício desse veículo de seis hélices seria possibilitar a decolagem e pouco verticais, como um helicóptero.

O helicóptero da Bell teve imagens de interior divulgadas na CES do ano passado. Na edição deste ano, porém, já houve apresentação de um modelo em escala real, indicando que o veículo não vai demorar para chegar ao mercadoobjetivo da empresa é ser a mais rápida a disponibilizar a tecnologia do carro de passeio que circula pelos ares. A data de chegada prevista para o Nexus é em meados de 2020, mesmo que fora de produção em larga escala.

A corrida pela tecnologia do transporte urbano voador é disputada. Estão nessa disputa empresas de transporte inovadoras, além das gigantes da tecnologia, como Uber e Google, além de startups em todo o mundo. O veículo da empresa francesa Aeromobil, por exemplo, já está sob encomenda na Europa. O cofundador do Google Larry Page também investe na ideia por meio da startup Kitty Hawk.

A Bell ficou acomodada no mercado de helicópteros durante muito tempo, até que reformulou suas práticas no último ano e tornou-se uma empresa de tecnologia voltada à fabricação de aeronaves elétricas e híbridas.

Em 2017, a Uber revelou que planeja lançar um serviço de transporte por meio de carros voadores na cidade de Los Angeles, nos EUA.

Fonte: https://epocanegocios.globo.com/Tecnologia/noticia/2019/01/este-veiculo-pode-ser-o-primeiro-uber-voador.html