Alguns moradores do Estado norte-americano do Oregon poderão votar por meio do iPad nas eleições desta terça-feira (8), quando os eleitores poderão escolher integrantes de vários cargos públicos em diferentes níveis de governo. Cinco condados do Estado usarão o tablet da Apple para votar, segundo informações da Associated Press.

Os moradores do Estado realizam eleições para escolher o substituto de David Wu, deputado federal pelo Estado do Oregon deposto após se envolver em um escândalo sexual.

O iPad é usado para atender eleitores com deficiência em locais de votação, mas uma equipe irá levar o aparelho para parques, asilos e centros comunitários para permitir o voto de quem não pode ir até o local da eleição.

Com o tablet, o eleitor precisa apenas tocar na tela para escolher o candidato desejado. Após o voto, a confirmação é impressa por uma impressora conectada ao tablet ou pode ser enviada pelo correio. Eleitores com problemas de visão, por exemplo, podem aumentar as letras da tela do iPad e mudar as cores da tela.

Lewis Crews, de 75 anos e que sofre que um grave caso de artrose ficou contente em não precisar segurar uma caneta para votar. “É muito mais simples para mim”, disse para a AP.

Caso o projeto do iPad nas eleições dê certo, o serviço será disponibilizado para todo o Estado.

O Oregon decidiu usar iPads porque o outro equipamento utilizado para fazwer com que idosos votassem, estava no final de sua vida. Dois velhos notebooks eram usados, mas era complicado configurá-los para a eleição.

Os oficiais acreditam que o fato de o iPad ser portátil, simples de usar e ter baixo custo leve a máquina para que mais pessoas possam votar. Pessoas com outras deficiências podem usar a conexão Bluetooth do tablet para conectar controles e, assim, escolher seu candidato.

A Apple doou cinco iPads para os testes e o Estado do Oregon gastou US$ 75 mil para desenvolver o programa. Cerca de 72 iPads, dois por condado, seriam suficientes para atender idosos e deficientes de todo o Oregon nas eleições.

Fonte: http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2011/11/estado-americano-testa-voto-pelo-ipad.html