A empresa Global Rainmakers Inc. (GRI) anunciou nesta quarta-feira (18) o projeto de transformar a cidade de León, México, na “cidade mais segura do mundo” usando tecnologia de reconhecimento da íris, informa o site Fast Company.

A GRI pretende equipar toda a cidade, que conta com mais de um milhão de habitantes, com equipamentos de reconhecimento de íris, elemento do corpo humano que é mais preciso no reconhecimento do que a impressão digital.

O projeto, já em fase de implementação, envolve a criação de um banco de dados de íris. Criminosos entrarão no programa obrigatoriamente, enquanto “cidadãos que cumprem as leis podem optar”, segundo o site.

Em entrevista para o site, Jeff Carter, chefe de desenvolvimento da GRI, disse acreditar que nos próximos dez anos “todas as pessoas, lugares e coisas no planeta estarão conectados” ao sistema de íris.

Entre os equipamentos desenvolvidos pela empresa, está o Hbox, destinado a lugares com grande fluxo, que supostamente consegue identificar até 50 pessoas por minuto, e o EyeSwipe, menor, que analisa até 30 pessoas por minuto, de acordo com informações do site da empresa.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/tec/785259-empresa-de-tecnologia-quer-equipar-cidade-mexicana-inteira-com-sensores-de-iris.shtml