A partir desta segunda-feira (24), a Easy começa a oferecer em 17 capitais do Brasil o “Club Easy”, clube de benefícios com descontos fixos em corridas. O novo plano contará com três categorias, cada uma com seu desconto e seu número de corridas específicos.

O Club Easy é dividido em três planos: Ouro, Prata e Bronze. O primeiro é o mais caro deles e custa R$ 99,99 por mês, dando ao usuário descontos fixos de R$ 6,00 em 30 corridas. No Prata, o assinante desembolsa R$ 49,99 mensais e tem à disposição 20 corridas com descontos de R$ 5,00. Já no Bronze, o valor por mês é de R$ 24,99, e o usuário ganha dez corridas com R$ 4 de desconto.

A adesão ao programa pode ser feita dentro do próprio aplicativo da Easy, e o usuário efetua o pagamento com o cartão de crédito já cadastrado na plataforma. A cobrança mensal será automática, na fatura do cartão, e as pessoas podem cancelar o serviço a qualquer momento.

Os descontos são o carro-chefe do novo lançamento da Easy, mas assinantes do Club Easy também terão atendimento prioritário, além de acesso a parcerias exclusivas do aplicativo com outras marcas, ainda a serem divulgadas.

Inicialmente, o Club Easy não está disponível para os maiores mercados, como São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre. Isso porque a concorrência maior nessas capitais força a Easy a buscar promoções ainda mais atraentes, segundo Fernando Matias, CEO da empresa no Brasil. “Deixamos esses mercados para uma segunda fase porque vamos oferecer descontos ainda maiores nestas regiões, já que a concorrência é mais acirrada. As opções de planos serão as mesmas, mas os descontos que cada um deles vai oferecer devem mudar”, explicou Matias, em entrevista à Exame.

As 17 capitais em que o serviço está disponível são: Salvador, Recife, Maceió, João Pessoa, Fortaleza, São Luiz, Natal, Teresina, Palmas, Manaus, Belém, Florianópolis, Vitória, Goiânia, Brasília, Campo Grande e Cuiabá.

A Easy conta que fez uma pesquisa no Brasil e no exterior, não encontrou nada parecido e que, portanto, espera revolucionar o mercado de transporte individual no país. O objetivo da empresa é, inclusive, ambicioso para sua base de usuários: segundo a Exame, espera que 100% dos clientes façam a adesão.

Fonte:
Gizmodo