A presença de um drone na região do aeroporto de Congonhas, que fica em uma área densamente urbanizada da cidade de São Paulo, causou uma série de problemas na noite do último domingo, 12.

Foram mais de duas horas de transtorno, com atrasos e cancelamentos entre 20h15 e 22h40 e a extensão em uma hora do período de funcionamento do aeroporto, que opera das 6h às 23h. Dezenas de voos foram redirecionados para aeroportos em cidades próximas e até em outros estados.

Depois que pilotos notaram a presença do dispositivo, que circulou por cerca de 30 minutos, a Infraero acionou a Polícia Militar para tentar localizar a pessoa que controlava o drone, mas sem sucesso.

Se encontrada, essa pessoa pode responder processos administrativos, civis e até penais, de acordo com regras aprovadas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) em maio deste ano.

Fonte: Olhardigital