Antes que a moeda chegue ao mercado, os órgãos americanos querem investigar as possíveis implicações de segurança que o lançamento de uma nova criptomoeda pode causar

Os Democratas da Câmara dos EUA estão solicitando ao Facebook que suspenda o desenvolvimento de seu projeto de criptomoeda, conhecida como Libra, bem como a carteira digital para gerenciar essa moeda, a Calibra. Essa solicitação foi feita para que o Congresso e os reguladores ganhem tempo para investigar os possíveis riscos que essa incursão da rede social pode causar para o sistema financeiro global.

A deputada Maxine Waters enviou uma carta ao CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, à diretora de operações, Sheryl Sandberg e ao CEO da Calibra, David Marcus, formalizando o pedido de interrupção do projeto.

Em um trecho de sua carta, Waters declarou: “Se produtos e serviços como esses forem deixados sem a devida fiscalização e sem supervisão suficiente, eles podem representar riscos sistêmicos que podem colocar em risco a estabilidade financeira dos EUA e do mundo”. “Essas vulnerabilidades podem ser exploradas e camufladas por pessoas mal-intencionadas.”

Muitos americanos estão céticos com a implantação dessa moeda, como é o caso do presidente do banco do Senado, Mike Crapo, que agendou uma audiência com o CEO da Calibra para o dia 16 de julho. Dentre as justificativas para que essa reunião fosse convocada, ele citou sua preocupação sobre a moeda e os riscos potenciais de privacidade que ela representa.

Toda essa desconfiança dos americanos pode estar associada aos escândalos de privacidade dos quais o Facebook fez parte, como o Cambridge Analytica. Há algumas outras hipóteses que também podem ser levantadas, como a concorrência que uma empresa do porte do Facebook pode trazer para o cenário econômico norte-americano, por exemplo.

Fonte: https://olhardigital.com.br/noticia/camara-dos-eua-solicita-que-facebook-suspenda-a-criacao-da-libra/87578