É o que indica uma pesquisa realizada pelo Ibope Inteligência em parceria com a Worldwide Independent Network of Market Research (WIN). Segundo o levantamento, 87% dos internautas brasileiros estão presentes em sites de relacionamento. Entre os entrevistados estão usuários de sites como Orkut, Youtube, MSN, Twitter, Facebook e LinkedIn.

A Índia lidera o ranking, com 100% dos internautas visitando redes sociais, seguida por Sérvia, Coreia do Sul, Rússia, Espanha, China, Turquia, Romênia e Itália. Entre as razões citadas pelos brasileiros que acessam estes sites estão, principalmente, motivos pessoais (83%), mas há também uma parcela significativa, de 33%, que está cadastrada nas redes para uso profissional. A média mundial é de 75% por razões pessoais e 25% por profissionais.

As principais atividades desenvolvidas nos sites de relacionamento são “ver mensagens/navegar” (98%), “conversar” (76%) e “atualizar o próprio perfil” (76%). Em relação aos motivos pessoais para acessar as redes, não há diferenças entre sexos. As razões profissionais, entretanto, levam os homens a participarem mais do que as mulheres.

O nordeste apresenta um índice de uso pessoal (90%) maior do que outras regiões, como o sudeste (85%), por exemplo. A diferença deve-se ao perfil daqueles que acessam a principal rede no Brasil, o Orkut: mulheres, jovens, com menor grau de instrução, de classes CDE e residentes em municípios menores, com menos de 100 mil habitantes e mais distantes (interior e periferias).

Fonte: http://www.mundodomarketing.com.br/5,15161,brasil-e-o-10-pais-que-mais-acessa-redes-sociais.htm