Um processo envolvendo a gigante Microsoft e a Novell, fabricante de softwares, vem se arrastando nos tribunais de Salt Lake City, nos EUA, desde 2004. E a primeira testemunha a depor na justiça foi nada menos que o fundador da empresa, Bill Gates.

A Novell alega que, há 16 anos, foi obrigada a vender o WordPerfect, software de textos, com perdas que chegaram a US$1,2 milhão (cerca de R$2,1 bilhões), já que a Microsoft fez acordos com outras empresas de hardware, limitando a concorrência.

Ainda segundo a empresa, o próprio Gates ordenou a seus engenheiros que rejeitassem a integração com o WordPerfect no Windows 95. A Novell aponta que o motivo seria o medo por parte de Bill de que o programa fosse bom demais. O advogado de Gates, no entanto, alega que a decisão de rejeitar o software foi por receio de que o WordPerfect causasse um bloqueio no SO, não havendo tempo para reparo, já que a empresa visava manter a data de lançamento do Windows 95.

Com essa venda, a Microsoft foi valorizada, já que o editor de texto da Novell perdeu grande parcela do mercado, caindo de 50% para 10%.

Fonte: http://olhardigital.uol.com.br/produtos/digital_news/noticias/bill-gates-foi-1-testemunha-em-processo-contra-microsoft