Uma pesquisa realizada pela IDC, contratada pela Informatica Corporation, mapeou os investimentos das empresas do Brasil e do México em relação a seus investimentos em TI e projetos de integração de dados em 2010. Participaram do levantamento mais de 40 empresas do Brasil e 20 do México, dos segmentos de governo, utilities, indústria, finanças e comércio.

O levantamento constatou um aquecimento no mercado. No Brasil, 23% das empresas já tiveram seus orçamentos de TI aprovados. No México, esse índice sobe para 30%. Do resultado, a consultoria elencou as prioridades das grandes companhias em relação a investimentos em TI em 2011.

Tanto no Brasil como no México, o destaque foi para investimentos previstos com desenvolvimento de projetos relacionados a implementação de novas aplicações ou upgrades de sistema, em iniciativas que aumentem a eficiência operacional com redução de custos e, também, com tecnologias que auxiliam a tomada de decisões, como data warehousing e Business Intelligence.

O levantamento aponta, ainda, que a maioria das empresas considera adquirir uma plataforma de integração de dados. Nos casos de projetos de integração, as mais citadas são data warehousing e consolidação de dados. No México, chama a atenção também a necessidade de implementar ferramentas para gerenciamento de dados, como MDM (Master Data Managamenet).

“Avaliando os dados da pesquisa, notamos que há uma necessidade urgente do mercado para mudança ou reestruturação da infraestrutura de TI em curto prazo, especialmente em processos que ajudem na tomada de decisão no dia-a-dia dos negócios”, diz Carlos André, vice-presidente para a América Latina da Informatica Corporation.

Segundo o relatório da IDC, o aspecto fundamental para uma decisão de compra na área de TI é a relação custo benefício seguida por confiabilidade da solução, sendo que ambas totalizam mais de 50% das opiniões.

Fonte: http://convergenciadigital.uol.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=23213&sid=16