A Apple concordou em pagar US$ 53 milhões (cerca de R$ 109,9 milhões) para encerrar um processo relacionado à garantia das primeiras versões do iPhone e iPod touch. A ação coletiva foi aberta em 2010, após reclamações de que a Apple não deu a assistência prometida a usuários desses portáteis.

Segundo o site “Cnet”, a Justiça da Califórnia (EUA) ainda precisa aceitar a decisão da Apple – se isso acontecer, o dinheiro será dividido entre 153 mil clientes afetados pelo problema.

Esses clientes compraram as três primeiras gerações do iPhone  ou do iPod touch. Os modelos tinham um ano de garantia de fábrica e alguns contavam com mais um ano de garantia estendida. Mas em muitos casos, a Apple não prestou assistência, dizendo que o problema havia sido causado pelo próprio cliente.

Essa alegação era feita quando uma peça, que fica na área onde o carregador encaixa, mudava de cor. Teoricamente, esse seria um indicativo de que o aparelho entrou em contato com líquidos – perdendo assim a garantia. Nesses casos, a “política de danos por líquidos” da Apple a isentava de prestar assistência.

Mas documentos da ação judicial, aos quais o “Wall Street Journal” teve acesso, mostram que a peça também podia mudar de cor por outros motivos. A 3M, fornecedora do material, afirmou depois da polêmica que o calor poderia causar a mesma alteração visual nesse dispositivo. A Apple não comentou o caso.

Fonte: http://tecnologia.uol.com.br/noticias/redacao/2013/05/29/apple-aceita-pagar-us-53-milhoes-por-descumprir-garantia-de-iphone-e-ipod.htm