Apple é processada por um grupo de californianos em virtude de possíveis problemas com o superaquecimento do tablet iPad.

O processo foi arquivado em uma corte em Oakland no dia 23 de julho por Jacob Balthazar, Claudia Keller e John Browning. De acordo com os documentos, o iPad não correspondeu às expectativas razoáveis dos consumidores.

“O iPad superaquece rapidamente sob condições meteorológicas comuns. O aparelho não funciona por tempo prolongado em temperatura regular ao ar livre”, está escrito no processo.

Quando fica do lado de for a por muito tempo, o tablet desliga e aparece uma mensagem dizendo: “O iPad precisa esfriar antes que você possa usá-lo novamente”. De acordo com as reclamações, isso aconteceu apenas alguns minutos depois de sair de casa.

Esta não é a primeira vez que o superaquecimento do iPad gera dúvidas a respeito de sua utilidade. No começo de abril um dos desenvolvedores do iPhone, Elliot Kroo, tuitou que seu aparelho havia superaquecido após apenas dez minutos sob o sol de San Diego.

Outro que também escreveu em sua página na rede social a respeito do problema foi Zach Honig, editor da revista especializada em tecnologia “PC Magazine”. Segundo o post, depois de dez minutos sob o sol de Nova York o tablet desligou. Foi preciso colocá-lo no refrigerador para que voltasse ao normal.

Fonte: http://www.abril.com.br/noticias/tecnologia/apple-processada-superaquecimento-ipads-582944.shtml