Bruno Freitas, 24,  trabalha com logística. Apesar de ter 3 celulares (Sony Ericsson C905, Samsung Beat DJ e Nokia 5800) com chips de operadoras diferentes , todos com tecnologia 3G, não contratou um plano de dados compatível com essa tecnologia, pois achou muito caro.“Se tivesse uma melhora nos preços seria muito melhor para o público”.

O aumento da área de cobertura para acesso à internet sem fio alinhado ao barateamento de celulares smartphones fez com que aparelhos multimídia, que suportam a tecnologia 3G, ficassem cada vez mais populares. Porém, os altos preços de planos de dados fazem com que muitos usuários desses “supercelulares” usem apenas internet Wi-Fi ou, no caso de alguns, fiquem só na vontade. Esse é o caso de Bruno, que não usa os portáteis para acessar a internet.

No que diz respeito à banda larga móvel, o país apresenta um dos acessos mais caros do mundo. O estudo mais recente sobre o assunto, que compara os preços do Brasil com o de outras nações, mostra que um plano 3G com limite de 1GB para download no Brasil sai em média R$ 80. A mesma pesquisa, realizado pela consultoria Teleco, indica que na Inglaterra esse plano custaria R$ 17. Já na Espanha, pagaria-se R$ 90 pelo mesmo pacote de dados (deve-se levar em conta o câmbio desfavorável para o Brasil; os espanhóis ganham em euro).

Mesmo se considerado um plano limitado menor, na América do Sul, o Brasil ainda tem o maior preço. O custo médio de um plano de 500 MB no país é R$ 76. Na Argentina e no Chile o mesmo pacote de dados custa, respectivamente, R$ 31,20 e R$ 54,30.Os preços de pacotes de dados das 4 principais operadoras do país varia de limitado (com direito a 30 MB) por R$ 17,90, oferecido pela Oi, até o ilimitado por R$ 119,90 da Vivo.

Segundo informações dos sites das operadoras, um plano com até 100 MB é recomendável para pessoas que acessam pouco a internet, apenas para conversas no MSN e consultar e-mails (um e-mail só com texto tem cerca de 25 KB, com anexo chega a 2 MB). Com um pacote de 500 MB, já é possível, por exemplo, ver vídeos e fazer alguns downloads (um arquivo de música, em média, tem 4 MB). Acima disso, os pacotes ilimitados e de 1GB, são para quem navega muito.

Os sem 3G
Bruno, que não contratou esse tipo de serviço por achar caro, afirmou o uso da banda larga móvel ajudaria em seu trabalho. “Hoje em dia se você solicita algo para alguém, a primeira coisa que pedem é um e-mail para formalizar o pedido”. Para ele, o preço ideal para um plano ilimitado é R$ 35,00.

O vendedor Gabriel Sassaki, 22, além da parte profissional, gostaria de assinar um pacote de dados 3G para poder acessar redes sociais e enviar e-mails. “No meu trabalho só tenho acesso à intranet e a gente sempre precisa acessar um e-mail. Sem contar que, com essa tecnologia, poderia usar o recurso de videochamada do meu celular.”

A consultoria Teleco estima que no país há cerca de 5 milhões de aparelhos 3G. Contudo, o crescimento da tecnologia esbarra nos altos preços de aparelhos e ao atraso na implementação de redes no país. “No Brasil, a tecnologia 3G chegou com dois anos de atraso em comparação a outros países. A estrutura de rede é pouco desenvolvida”, afirmou o presidente da consultoria, Eduardo Tude. De acordo com um estudo da Teleco a tendência é que a banda larga móvel ultrapasse a fixa em 2011.

Diferença na cobrança
Quem tem um celular 3G e quer contratar um plano de dados encontra certa dificuldade na hora de escolher uma alternativa, pois as prestadoras de serviço não tarifam o cliente da mesma forma. A maioria (Vivo, Oi e Claro) cobra por volume de dados, através de um limite que, quando excedido, tem uma taxa adicional por Megabytes utilizados. Essas operadoras, independente do plano contratado, prometem velocidade de 1 Mbps (megabit por segundo).

Por outro lado, a TIM tem apenas um plano limitado de 100 MB e outros que são taxados pela velocidade contratada (300 Kbps, 600 Kbps e 1 Mbps), sem limite de download.

Fonte: http://tecnologia.uol.com.br/ultimas-noticias/redacao/2010/02/11/altos-precos-de-celular-cria-movimento-de-usuarios-sem-3g.jhtm